Dia do Vinho terá lançamento na Campanha Gaúcha pela primeira vez
03/05/2017

Programação que movimenta três cadeias econômicas em três regiões do Brasil, de 19 de maio a 4 de junho, será apresentada em Santana do Livramento (RS), nesta quarta-feira , dia 3

 

Foto: Gilmar Gomes

Foto: Gilmar Gomes

Santana do Livramento (RS), na fronteira com o Uruguai, foi o município escolhido como anfitrião para as comitivas que vão apresentar ao mercado, à imprensa e ao público em geral as mais de 200 atividades previstas em duas semanas para celebrar grandes momentos entre o Sul, o Sudeste e o Nordeste do país. A programação do Dia do Vinho 2017 se estende por três regiões do Brasil, de 19 de maio a 4 de junho.

Representantes do poder público e de empreendimentos privados da própria Campanha Gaúcha e ainda de 10 municípios da região Uva e Vinho (Serra Gaúcha), do Vale Central Gaúcho, de Porto Alegre, do Roteiro de São Roque (SP) e do Vale do São Francisco (na divisa entre Bahia e Pernambuco) estarão reunidos, a partir das 19h30min, desta quarta-feira, dia 3, no Hotel Jandaia (Rua Uruguai, 1.452).

“A escolha de Santana do Livramento para o lançamento da programação do Dia do Vinho 2017 é um reconhecimento de todo o setor ao crescimento contínuo e ao protagonismo cada vez maior dos vinhos da Campanha Gaúcha, uma região que já é um polo consolidado de produção vitivinícola, agora no mapa enoturístico do Brasil”, sublinha o presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Dirceu Scottá.

Durante os mais de 15 dias de programação, três cadeias econômicas – vitivinícola, gastronômica e hoteleira – se movimentarão simultaneamente para oferecer atrativos especiais, descontos, promoções, jantares e almoços harmonizados, cursos de degustação, espetáculos artísticos e culturais e até eventos esportivos a visitantes e moradores de todas as regiões engajadas no Dia do Vinho.

“Se olharmos a distância entre o ponto onde será lançado, em Santana do Livramento, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, e o mais novo território participante da programação, o Vale do São Francisco, na fronteira entre Bahia e Pernambuco, o Dia do Vinho tem agora, além de duas semanas, mais de 3,8 mil quilômetros para ser aproveitado”, observa o presidente do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho, João Leidens.

 

Descubra o que e onde fazer         
A programação completa do Dia do Vinho 2017 pode ser acessada no site diadovinho.com.br. O evento está nas redes sociais com os perfis facebook.com/diadovinho, instagram.com/diadovinho2017 e marcado com a hashtag #diadovinho2017.

 

Sobre o Dia do Vinho          
O Dia do Vinho é realizado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul (Seapi-RS) e pelo Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho, como resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – reinterpretação da concepção de evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003. O projeto partiu do então deputado estadual Iradir Pietroski.

A edição 2017 tem o apoio das prefeituras municipais de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira, Veranópolis e Vila Flores, além da Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin), Associação dos Produtores de Vinhos de Pinto Bandeira (Asprovinho), Sindicato da Indústria do Vinho, do Mosto de Uva, dos Vinagres e Bebidas Derivados da Uva e do Vinho do Rio Grande do Sul (Sindivinho-RS), Roteiro dos Vinhos de São Roque (SP), Vinho VASF – Instituto do Vinho Vale do São Francisco, Associação dos Viticultores do Vale Central Gaúcho, Associação Vinhos da Campanha, Atuaserra, Aenotur, Phoenix Eventos e o patrocínio máster da empresa Verallia.

Fonte: Assessoria de imprensa do Dia do Vinho

Veja também:

Um festival de sabores
Quando o rótulo fala mais alto
Vinho barato pode ser um vinho bom?

Deixe um comentário