Um chef para chamar de seu
27/10/2016

Quem gosta de comer e beber bem, normalmente, gosta de receber. Pensar em um menu especial (considerando as restrições e preferências alimentares de cada um), comprar os ingredientes, ambientar a casa, harmonizar os pratos, preparar os ingredientes, o cardápio e, finalmente, recepcionar os convidados. Depois de saborear tudo o que foi preparado com tanto carinho, conversar e rir muito, todos se despedem. Para os anfitriões, fica o sentimento de alegria por ter acolhido bem a todos e, claro, uma cozinha inteira para limpar.
Embora seja ótimo ter a casa cheia para o almoço ou para o jantar, as vezes essa rotina pode ser cansativa, pois demanda horas de organização. Bom mesmo seria pular a parte dos preparativos e curtir tranquilamente o encontro com os amigos, não acha? Se você gostou da ideia, então é um candidato a contratar os serviços de um personal chef. Esse profissional vai até a casa ou espaço escolhido pelo cliente, leva todos os ingredientes, prepara o jantar, sendo que o menu é escolhido pelo anfitrião, com base em suas necessidades, organiza o ambiente, realiza o serviço, e depois (olha que maravilha) deixa tudo limpo e organizado.

Esse é um serviço comum nos grandes centros do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Contudo, é um mercado em franca expansão. Hoje, já existem empresas especializadas neste serviço, as quais disponibilizam um profissional para atuar no evento, jantar ou atender as necessidades da família contratante. Esse é o caso da Amada Cozinha, localizada em Caxias do Sul (RS). Criada em 2012 pela empresária Maria Beatriz Dal Pont, que atua no ramo da gastronomia desde 1998, e por sua filha, a chef Carolina Dal Pont Branchi, é especializada em buffet e catering. As profissionais ministram cursos, workshops, organizam eventos corporativos, jantares, coquetéis, brunchs, coffee breaks, formaturas, casamentos e, claro, recepções particulares. Segundo elas, existem opções para todos os gostos: desde um jantar completo, no qual levam garçom, louças e utensílios, decoram o ambiente e preparam o cardápio, harmonizam os pratos; até um serviço mais simples no qual entregam o jantar pronto na casa do cliente.
O chef Giovani Toigo Machado, de Flores da Cunha (RS), decidiu focar no segmento de gastronomia privada após seis anos trabalhando em restaurantes de Porto Alegre. “Percebi que havia um campo novo a ser explorado, ofertando uma opção para quem busca uma refeição de boa qualidade sem sair do conforto de suas residências”, cita o profissional cuja especialidade divide-se entre as culinárias italiana e japonesa. Ao retornar para a sua cidade natal apresentou aos seus clientes uma nova proposta. A aposta foi certeira, segundo ele. Hoje, o serviço de personal chef representa 100% do seu orçamento.

Novas experiências
É consenso entre os chefs entrevistados pela revista Bon Vivant, que as pessoas estão buscando vivenciar novas experiências gastronômicas, em privacidade e em segurança. Tais fatores têm impulsionado o segmento de recepções à domicílio. Conforme os profissionais, quem busca esse serviço são pessoas que gostam de viajar, valorizam o comer e o beber bem e que estão dispostas a pagar por um serviço exclusivo e diferenciado. “Elas querem ser servidas e aproveitar a companhia dos amigos, sem se preocupar com o forno ou o fogão”, define Maria Beatriz.
A chef Mariana Almeida, que desde 2009 mantém a empresa Mariana Almeida Personal Chef, em Santa Cruz do Sul (RS), e atende em eventos e a domicílio, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, acredita que o crescimento desse segmento se deve à falta de tempo das pessoas. “Quando estão com os amigos querem curtir o momento. Então, o personal chef vem para suprir essa necessidade”, acredita. Outro diferencial, conforme ela, é que enquanto cozinha, o chef pode interagir e dividir seus conhecimentos com os convidados, como num cooking show.
Felippe de Sica, 42 anos, de Porto Alegre, que tem no currículo empresas como Pestiskeira, Café do Mercado, Grupo Variettá, Barbarella Bakery, Fazenda Barbanegra, entre outras, destaca que ao contratar esse serviço o cliente pode ter cozinhando em casa um chef que trabalhou nos melhores restaurantes da cidade. “Ter uma comida de qualidade, bem executada e feita de acordo com seu gosto é um luxo”, destaca o profissional que atua no segmento desde 2009.

Quanto custa
O valor cobrado por cada chef para fazer um evento a domicílio irá depender das preferências de cada cliente. Poderá variar de acordo com o menu escolhido, a quantidade de pessoas que serão servidas, os serviços requeridos e se terá bebida inclusa. Conforme explica o chef Fred Fontana, de Flores da Cunha (RS), que trabalha há oito anos com gastronomia, o valor também poderá variar de acordo com as condições do local escolhido para a recepção, ou seja, se for necessário locar itens, como toalhas ou louças, por exemplo, irá agregar valor à conta final.
Fontana observa que esse tipo de recepção personalizada tem um valor agregado, considerando também o tempo médio de envolvimento do profissional com o evento. “O tempo de serviço é, normalmente, de uma hora e meia, mas entre o preparo de tudo e a limpeza do ambiente, a equipe permanece em torno de sete horas no local. Temos toda uma preocupação para que o cliente se sinta confortável e liberado de todas essas obrigações, mas fazemos tudo com o mesmo carinho que ele faria. O serviço de personal chef é um investimento em uma alimentação de qualidade”, avalia. Os chefs entrevistados ensinam a preparar cinco receitas, confira nas páginas a seguir.

Compota de Chá Earl Grey com ameixas e suco de laranja

amada-2

Ingredientes
400ml de chá Earl Grey quente
40g de açúcar mascavo
250g de ameixas pretas grandes
150ml suco de laranja
Lascas da casca de uma laranja
1 pau de canela
1 fava de baunilha aberta
2 jarras ou vidros herméticos

Modo de preparo
Faça o chá, acrescente o açúcar mascavo e deixe esfriar. Coloque as ameixas num bowl, verta o chá sobre elas, cubra e deixe descansar por uma noite sem colocar no refrigerador. No dia seguinte, drene o líquido numa molheira, junte o suco de laranja e os demais ingredientes e leve ao fogo para ferver. Quando ferver, desligue o fogo e deixe no bafo por cinco minutos. Divida as ameixas em duas jarras, junte o xarope deixando as ameixas totalmente imersas no líquido. Feche as jarras e guarde no refrigerador. Dura três meses. Esta preparação fica fantástica quando servida com queijo gorgonzola ou com pão de ló e nata batida. Pode ser transformada numa bebida mais forte, substituindo o suco de laranja por brandy ou conhaque.
Rendimento: duas jarras de 450 ml.

Amada Cozinha
Maria Beatriz Dal Pont e Carolina Dal Pont Branchi são proprietárias da Amada Cozinha, de Caxias do Sul (RS). Carolina é nutricionista e chef de cozinha, formada pela Escola de Gastronomia UCS/ICIF (Italian Culinary Institute for Foreigners), de Flores da Cunha (RS). Maria Beatriz é especialista em azeites e possui diversos cursos na área de gastronomia, nos segmentos de gestão e didática, no Brasil e na Itália.

amada

Maria Beatriz Dal Pont e Carolina Dal Pont Branchi

 

 

 

 

 

 

 

Contato
Telefone: (54) 30215059
E-mail: mariabeatriz.dalpont@gmail.com
Fanpage: amadacozinhacx
Instagram: @amadacozinha

 

Arroz para Sushi 

gio-1Ingredientes

(fazer na véspera)
1 litro de vinagre de arroz japonês (su)
650g de açúcar refinado
80g de sal
1 folha de alga kombu

Shari
500g de arroz koshihikari (arroz japonês especial para sushi)
650ml de água mineral

Modo de fazer
Esquentar o vinagre, o açúcar e o sal em uma frigideira com fogo baixo até que o açúcar e o sal se dissolvam completamente, mas tendo o cuidado de que o vinagre não ferva; uma vez feito este passo, deixe esfriar a temperatura ambiente. Lavar o arroz em água fria com cuidado; o lavagem é muito importante e pode requirir que se faça várias vezes. Deve-se lavar o arroz até que a água saia quase sem amido. Depois deve-se deixar de molho por uns quinze minutos. Em uma panela, colocar duas xícaras de água fervente e cozinhar o arroz com fogo baixo (a panela deve estar tapada ou semi-tampada) até que a água se evapore e fique o arroz estilo sushi: pegajoso e que se junte um pouco entre si. Deixe pousar o arroz na panela por um espaço de 15 minutos. O último é adicionar ao arroz a mistura que tínhamos feito com vinagre de forma muito suave. É conveniente tirar o arroz da panela e colocá-lo em uma bacia de plástico porque alguns metais reagem com o vinagre.
Rendimento: duas porções

 

Giovani Toigo Machado
Formado pela Escola de Gastronomia UCS/ICIF, de Flores da Cunha, é especializado nas culinárias japonesa e italiana. Atende em toda a Serra Gaúcha.

gio-2

Giovani Toigo Machado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contato
Telefone/Whatsapp: (54) 9963.5515
E-mail: giovanimachado251@gmail.com
Fanpage: Cucina di Giovanni
Instagram: cucinadigiovanni

 

Polenta cremosa com Trifolati de cogumelos

mari-1

Ingredientes
150g de cogumelo Paris
150g de cogumelo Shitake
150g de cogumelo Shimeji
10g de alho picado
250g de polenta em pó
1 litro de caldo de legumes
100g de parmesão
100g de manteiga
100g de gorgonzola
Salsinha a gosto
Pimenta a gosto
Sal a gosto

Modo de Preparo
Polenta cremosa
Aqueça o caldo de legumes e polvilhe a polenta aos poucos, mexendo sempre com o auxílio de um misturador fouet. Quando a polenta estiver encorpada, acrescente metade da manteiga, parmesão, gorgonzola e acerte sal e pimenta.

Trifolati de cogumelos
Limpar os cogumelos com papel toalha. Nunca lavar os cogumelos. Cortar em fatias.
Refogar o alho com outra metade da manteiga, acrescentar os cogumelos e salsinha. Acertar o sal e pimenta. Sirva o Trifolati em cima da polenta cremosa.
Rendimento: quatro porções

Mariana Almeida
Mariana Almeida iniciou sua formação na área de gastronomia na Austrália, em 2007, onde fez um curso técnico. De volta ao Brasil, em 2009, ingressou no curso de Bacharel em Gastronomia, pela ASSESC – Faculdades Integradas Associação de Ensino de Santa Catarina, em Florianópolis. Após concluir a graduação, em 2009, retornou para Santa Cruz do Sul (RS), onde atua como personal chef.

mari-2

Mariana Almeida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contato

Telefone: (51) 92821343
E-mail: marianaalmeida111@hotmail.com
Fanpage: Mariana Almeida
Instagram: @ marianaalmeidapersonalchef
Snap: Marianaalmeid12

 

Medalhão de mignon ao molho béarnaise de limão bergamota

 

feli-2

Ingredientes
4 medalhões de 200 g de mignon
8 unidades de aspargos frescos
Pimenta do reino moída grossa – a.g
2 colheres de sopa de vinagre
de vinho branco ou álcool
2 colheres de sopa de água
2 colheres de sopa de estragão
2 colheres de sopa de chalota ou cebola rocha
1 colher de chá de
pimenta em grão quebrada
1 pitada de pimenta caiena
4 gemas
250g de manteiga clarificada
½ unidade de suco de limão bergamota

Modo de Preparo
Sele os medalhões, acrescentando pimenta moída grossa em um dos lados. Deixe no ponto desejado. Descasque os aspargos e branqueei-os. Reserve

Para o molho
Coloque vinagre, água, pimenta, cebola e estragão numa panela pequena, de fundo espesso e deixe levantar fervura. Diminua o fogo e deixe cozinhar por um minuto ou até reduzir a um terço (cerca de duas colheres de sopa). Tire do fogo e deixe esfriar. Depois peneire sobre uma tigela refratária. Adicione as gemas, misture e bata. Coloque a tigela sobre uma panela de água fervente. A base deve ficar um pouco acima da superfície da água. Bata a mistura por cinco/seis minutos até engrossar e ganhar textura lisa e cremosa. Coloque a tigela sobre um pano de prato molhado. Adicione vagarosamente a manteiga clarificada, despejando-a em um fio fino e batendo até o molho ficar grosso e brilhante. Junte o suco de limão e bergamota e tempere com sal, pimenta-do-reino branca e caiena. Sirva a seguir.
Rendimento: quatro porções

Felippe de Sica
Formado pelo Senac-RS, atua como consultor, professor de gastronomia e personal chef, em Porto Alegre e na Serra Gaúcha.

feli-1

Felippe de Sica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contato
Telefone: (51) 9997-7574
E-mail: chefsica@yahoo.com.br
Fanpage: Felippe de Sica
Intagram: @felippesica

 

Brownie cremoso de chocolate meio amargo e morangos frescos

fredi-1

Ingredientes do bolo
200g de chocolate ½ amargo
5 colheres de sopa de açúcar mascavo
50g de manteiga
5 colheres de sopa de açúcar
2 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha
½ xícara de chá de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento químico em pó
Manteiga para untar

Modo de Preparo
Coloque em uma panela o chocolate e a manteiga e leve ao fogo bem baixo ou em banho-maria até obter um creme homogêneo. Adicione o açúcar mascavo e o açúcar, e mexa até estar bem dissolvido, reserve. Separadamente bata os ovos com a essência de baunilha e misture ao creme de chocolate reservado. Acrescente a farinha de trigo e o fermento. Despeje a massa em uma forma retangular pequena e untada. Asse em forno médio (180ºC), pré-aquecido, por cerca de 20 minutos. Desenforme e deixe amornar. Corte e retire o centro do brownie, preservando o fundo e as bordas laterais e reserve.

Ingredientes do recheio
200 g de chocolate ½ amargo
200 g de creme de leite
Miolo do Brownie
Morangos frescos
Raspas de chocolate para decorar

Modo de Preparo
Derreta o chocolate no microondas ou em banho-maria juntamente com o creme de leite. Misture a mistura e reserve.

Montagem
Distribua parte do creme de chocolate na base do bolo, distribua os morangos e partes do bolo triturado, cubra com o restante do creme. Decore com alguns morangos e as raspas de chocolate e leve para gelar por pelo menos uma hora.

 

fredi-2

Fredi Fontana

 

 

 

 

 

 

 

 

Fredi Fontana: Formado em Engenharia de Alimentos e em Gastronomia, pela Escola de Gastronomia UCS/ICIF, de Flores da Cunha (RS), é especializado em culinária clássica italiana, mesclada a pratos contemporâneos. Além de personal chef, ministra cursos gourmets na Escola Curso de Alimentos, de Flores da Cunha (RS), criada por ele em 2013. Atende em toda a Serra Gaúcha.

Contato
Telefone: (54) 9161 9364
E-mail: cursodealimentos2@gmail.com
Fanpage: @cursodealimentos

Por: Mirian Spuldaro

Veja também:

Receitas práticas para incrementar o happy hour
As joias de Pelotas
La polenta

Deixe um comentário