Plantas permanentes, um luxo durável
12/03/2014

Com o corre-corre do dia-a-dia, substituímos os pisos de madeira natural, que precisavam de manutenção, pelos pisos laminados; os pisos em mármore, que exigiam cuidado, por porcelanatos bem mais práticos de manter. Da mesma forma, as famosas plantas artificiais ou de plástico foram substituídas pelas plantas permanentes usadas em alta decoração. Recebem essa nomenclatura por serem altamente duráveis, de ótima qualidade, naturalidade, beleza, cor, perfeição, ou seja, réplicas perfeitas das naturais.
As plantas permanentes são uma ótima opção para complementar sua decoração, dão um colorido especial, valorizam e dão sofisticação aos ambientes, sem contar nas vantagens de praticidade, não precisam de cuidados, como água, poda, adubos, etc. Não são tóxicas, um cuidado para quem tem crianças e/ou animais de estimação, não pegam pragas e doenças, nem são transmissores de doenças. Por isso o uso em hospitais, consultórios, edifícios comerciais e indústrias está cada vez mais sendo utilizado. A grande vantagem é a durabilidade, o custo benefício em relação as naturais. Com este novo nicho de mercado hoje existem lojas especializadas e plantas permanentes, árvores, como palmeiras, bambu, dracenas, plantas de todos os tamanhos , cores, e flores, rosas, orquídeas, amaryllis, gérberas, suculentas, kalanchoe, entre outras.
 Texto: Arquitetos Claudia Ruzzarin Veronese e Gildo Felipe Muner

 

DSC03779Nesta sacada projetada pelos arquitetos Claudia Ruzzarin Veronese e Gildo Felipe Muner, o objetivo foi de torná-la o mais aconchegante e confortável possível, usando toques do rústico, na pastilha em caxambu, madeira de demolição, com elementos de relaxamento para um espaço Zen, sem perder a sofisticação, piso com desnível e fibra óptica. As laterais da porta-janela foram revestidas e ganharam floreiras com vegetação permanente. Foram usadas seis diferentes plantas para colorir e alegrar.No detalhe, flor de íris, ranúnculo ameixa e flores do campo.

 

 

 

 

 

 

GIL_2259

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste projeto, dos arquitetos Claudia Ruzzarin Veronese e Gildo Felipe Muner, o objetivo foi criar floreiras em forma de círculo. Confeccionadas em MDF, receberam pintura em laca branca, com rodízios para facilitar a limpeza e manutenção e para preencher o espaço embaixo da escada, fazendo um grande jardim de plantinhas de várias alturas.

 

D3X__GJ36647

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste ambiente criado para a Mostra Casa & Cia Serra 2012, Estar dos Beatles, os arquitetos Claudia Ruzzarin Veronese e Gildo Felipe Muner projetaram um ambiente branco, inspirado no Álbum Branco dos Beatles. A iluminação em LED e os papéis de parede, juntamente com as plantas permanentes, o bambu mossô, usado na vertical, com o pé direito duplo e uma caixa cubo de vidro, com capins dispostos lado a lado, com seixos de mármore, colorem o ambiente, deixando-o sofisticado.

 

 

Veja também:

Espaços de convivência
Espaços Gourmet
Revestimentos cerâmicos, de tecido, com papel de parede...

Deixe um comentário